Conselho da Oi aprova novo plano de recuperação judicial

A proposta dá aos credores a oportunidade de adquirir até R$ 3,5 bi em ações e converter parte dos R$ 32 bi em títulos de dívida em ações, segundo fontes

São Paulo – O Conselho de Administração da Oi aprovou um novo plano de reestruturação que inclui a emissão de R$ 9 bilhões em ações para credores e acionistas, de acordo com duas pessoas familiarizadas com o assunto, em uma nova tentativa de retirar a operadora do processo de recuperação judicial.

A proposta, que deve ser submetida à Justiça já na quarta-feira, dá aos credores a oportunidade de adquirir até R$ 3,5 bilhões em ações e converter parte dos R$ 32 bilhões em títulos de dívida em R$ 3 bilhões em ações, disseram as pessoas, que pediram para não ser identificadas.

Os acionistas poderão injetar R$ 2,5 bilhões em capital novo, disseram as pessoas. O plano daria aos credores uma participação de cerca de 40% na Oi, disse uma das pessoas.

Não está claro se os credores aceitarão o plano na assembleia geral agendada para o dia 23 de outubro.

Os impasses entre credores e acionistas da Oi e entre os membros da administração e do conselho estão aumentando as chances de o governo assumir o controle da operadora, disse o presidente da Oi, Marco Schroeder, no início deste mês.

10/10/2017

Autor: 
Fabiola Moura