Pular para o conteúdo principal
logotipo TMA Brasil
logotipo TMA Brasil
lupa

Ex-time de Alexandre Pato, Tianjin Tianhai entra com pedido de falência na China

capa

Dono do clube foi preso no ano passado e desde então, a equipe não consegue se manter

Criado em 2006 como um time que poderia se tornar uma potência no futebol asiático, o Tianjin Tianhai entrou com um pedido de falência e deixará a Super Liga Chinesa (CSL) devido a seus sérios problemas econômicos, informou a assessoria de imprensa do país nesta segunda-feira. De acordo com o Beijing News, os dirigentes do clube do noroeste da China apresentaram um pedido de retirada da competição na próxima temporada. O clube teve em seu elenco, dentre outros, o atacante Alexandre Pato e o zagueiro Fabio Cannavaro.
A tendência é que o Shenzhen FC, rebaixado na última temporada, fique com a vaga e permaneça na elite chinesa. Criado em 2006, o Tianjin Tianhai, então chamado Tianjin Quanjian, estreou na segunda divisão em 2011 e chamou a atenção internacionalmente ao contratar nomes como Alexandre Pato e o belga Axel Witsel. 
Seu melhor ano foi 2017, a primeira temporada em que jogou na elite, quando terminou em terceiro no campeonato chinês sob o comando do ex-craque italiano Fabio Cannavaro, que antes havia atuado como jogador na equipe.
Mas o fundador do grupo Quanjian e presidente do clube, Shu Yuhui, foi preso em janeiro de 2019 por atividades ilegais de marketing. O clube mudou de nome e perdeu muitos de seus melhores jogadores, o que o levou ao 14º lugar no campeonato de 2019, evitando por pouco o rebaixamento para a segunda divisão.
Além de Pato, outro brasileiro que defendeu o clube chinês foi o atacante Júnior Moraes, revelado pelo Santos e naturalizado ucraniano. Atualmente, a equipe conta com o atacante Leonardo, de 33 anos, como único brasileiro. O atleta foi revelado pelo Desportiva-ES e defendeu times sul-coreanos, árabes e gregos.
 

12/05/2020

Autor(a)
Da Redação

Newsletter