Pular para o conteúdo principal
logotipo TMA Brasil
logotipo TMA Brasil
lupa

MP diz que plano de recuperação da Heringer deve ser homologado

Capa

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) emitiu parecer nesta quarta-feira, assinado pelo promotor André Perche Lucke, defendendo que o plano de recuperação judicial da Fertilizantes Heringer deve ser homologado. A avaliação foi feita após a empresa russa de fertilizantes Uralkali, que tentou comprar a companhia brasileira, buscar impedir a homologação do plano da Heringer na Justiça, acusando-a de inflar seu balanço. 
Na avaliação do promotor, “as assertivas trazidas pelo credor Uralkali se mostraram desprovidas de elementos concretos que permitissem acolhimento e ‘suspensão’ da recuperação judicial”. Ele reforçou, ainda, que a paralisação ou suspensão da recuperação judicial neste momento poderia resultar em enormes prejuízos à Heringer e seus credores. 
Além disso, o promotor defendeu que é necessário investigar a Uralkali, como já havia sido sugerido pelo administrador judicial do caso, Oreste Nestor Laspro. Em 4 de fevereiro, o administrador judicial também havia recomendado à juíza responsável, Marta Brandão Pistelli, a homologação do plano de recuperação judicial, por considerar que os russos não apresentaram evidências das “descobertas”. 
Segundo o Ministério Público estadual, se a qualquer momento for apurado que o plano é ou tornou-se inexequível, poderá ser pedida a falência da empresa brasileira de fertilizantes. 
Conforme já informado pelo Valor, os russos alegam que o balanço da Heringer está inflado e apresenta inconsistências contábeis da ordem de R$ 700 milhões, o que não era de conhecimento dos credores que aprovaram o plano de recuperação judicial em 3 de dezembro. 
 

13/02/2020

Autor(a)
Por Marina Salles

Newsletter